O que é a Plataforma A.V.F.?

A plataforma de Formação on-line denominada Ambiente Virtual de Formação (A.V.F) é o “ambiente virtual” no qual realizamos e realizaremos oficinas, estudos e cursos aos agentes de pastoral e à todas as pessoas que se interessam pela evangelização através da web.

Seria impensável na Igreja a aplicação exclusiva desta modalidade para a formação dos cristãos, pois uma das marcas da eclesialidade é o encontro das pessoas na formação e/ou construção da comunidade através da convivência social e sacramental e é esta realidade testemunhal que deveria formar, na prática, os agentes (At 8,35). Entretanto, historicamente, a Igreja entendeu que o mandamento do Senhor “Ide e ensinai…” (Mc ,16,15) exige a catequese do mistério do amor de Deus, revelado em Jesus Cristo e que esta deveria ser realizada através do estudo para que os cristãos saibam dar as razões de sua fé (1Pe 3,15). Nesta perspectiva A Igreja, através, do Pontificio Conselho para as Comunicações Sociais, apesar de ressaltar que o lugar por excelência de formação é a comunidade que se reúne em torna da Palavra de Deus e da Eucaristia, vê na internet uma forte aliada na formação dos cristãos. Assim sendo a Arquidiocese, acredita que a formação on-line não é substitutiva, mas alternativa e complementar a formação presencial. Mesmo as instituições educacionais que utilizam a modalidade de formação on-line percebem a importância da bimodalidade, isto é, pode haver a conjugação de atividades presenciais e atividades através da modalidade on-line. De forma assíncrona, mais pessoas poderão estudar e realizar suas tarefas em tempo e lugar que melhor lhes aprouver. A prática da bimodalidade permitirá, então, uma maior oportunidade de participação.

Como qualquer plataforma de educação a distancia, ela possibilita que grupos realizem atividades formativas sem a necessidade de se encontrarem frequentemente. O diferencial deste sistema de aprendizagem não é tanto a questão “distância”, mas o tempo. Nós vivemos em uma região em que “se perde” muito tempo em locomoção, o que acaba comprometendo a participação dos agentes em atividades formativas.

O nosso site A.V.F.  utiliza um software educativo  de fonte livre e aberta de nome  Moodle que foi desenvolvido por Martin Dougiamas . Há uma numero significativo  de aplicativos como este, inclusive um brasileiro desenvolvido pela Unicamp,  TELEDUC que em nada superam o moolde. . O Moodle se enquadra na dinâmica da web 2.0 que é chamada a web interativa, na qual diversos pesquisadores buscam construir, desenvolver mecanismos que facilitem a vida e a interação dos internautas o que faz da web 2.0 ser chamada de web social. Duas principais vantagens o colocam a frente dos outros. Primeiro por ele ser de fonte aberta, isto é, ele  é atualizado pela comunidade de usuários de mais de 20o países que, constantemente, o avaliam e sugerem mudanças para o seu aperfeiçoamento e criam novos aplicativos que o tornam cada vez prático e atraente. Segundo porque é livre, isto é, gratuito! Qualquer pessoa ou instituição pode utilizá-lo como desejar. Paradoxalmente,  isto faz dele, o  software educacional mais conhecido e utilizado . Desta forma, o desenvolver de um simples aplicativo para o moodle, não ganha dinheiro com ele,  mas a partir dele, vendendo seus serviços.

O moodle nada mais é que a reunião vários aplicativos digitais disponíveis individualmente na internet em um único software. Ele permite disponibilizar arquivos  de textos, vídeos, áudios, fotos e power point. Ele promove a interação dos participantes através de fóruns, chats, wiki e questionários, diário  e mensagens. Ele  possui toda estrutura de secretaria para controle de aproveitamento e participação, planilhas  para emissão de notas e de relatório e até diplomas.   Ele, portanto, bem pode ser compreendido com uma comunidade social voltada para a educação formal, tal qual em um curso sistematizado em anos, e a educação informal, como a a discussão de um tema, de um filme ou até para preparar reuniões, assembléias, etc.  Mediante uma inscrição, os participantes configuram  login e senha pessoais que lhes possibilitam acessar um determinado  grupo de estudo por um determinado tempo. Neste  espaço, que bem pode ser chamado de “sala de aula virtual” o grupo tem acesso aos arquivos e  a interação com as outras pessoas inscritas naquele grupo.  Assim no moodle, pode haver diversos espaços abertos para diversos grupos: reuniões, oficinas, estudos, cursos.

Este software é utilizado por grandes empresas para treinamentos de funcionários e também por colégios e universidades em todo o mundo. No Brasil, o Ministério da Educação, o utiliza em seu projeto de formação on-line desenvolvido pela Universidade Aberta do Brasil (UAB) e por várias universidades particulares, inclusive Católicas. No ambiento eclesial, ele é utilizado pela  Rede de Informação da Igreja da América Latina(RIAAL) que criou a  Aula Virtual Juan Plabo II que disponibiliza cursos para as dioceses de língua hispânica. No Brasil, a Canção Nova abriu o  EAD-Canção Nova e a Renovação Carismática  Católica lançou, recentemente, o Instituto de Educação a Distancia , ambos voltados para a formação de pessoas ligadas a RCC.

A idéia de fazer uso desta plataforma nasceu do Projeto Igreja em Rede com o objetivo de oferecer formação pastoral aos diversos grupos eclesiais. Considerando que sua principal razão é reunir e promover a interação de agentes de forma assíncrona, vislumbramos que ela possa contribuir para oferecer maiores possibilidades  de participação e formação.

Atualmente a plataforma possui  um domínio próprio  e está interligada com este  site Ambiente Virtual: Igreja em Rede que permite o acesso a plataforma diretamente a quem o acessa, no quadro superior a direita.   Contamos com assessoria técnica de uma empresa especializada e seu responsável pedagógico é  professor Pedro Rigolo Filho que cuida da inserção das atividades na plataforma, bem como de todo relacionamento com os agentes.

Esta plataforma existe desde dezembro de 2009 e  já ofereceu o curso: A WEB e a Evangelização  para três turmas e se prepara para oferecê-lo uma quarta vez;  ofereceu um  estudo sobre Vaticano II através do livro digital: A Primavera Interrompida: O Projeto Vaticano II num Impasse; ofereceu um estudo sobre o livro de Jonas, e quatro vezes oofereceu um  estudo  sobre o 7º PPO. Ela ja foi utilizada pela  coordenação da PJ da Forania NSra Aparecida para curso de lideranças,  e  pela Forania Coração de Maria que ofereceu o curso sobre Economia e Fraternidade, por ocasião da CF de 2010.  Atualmente, oferece espaço virtual para o  Conselho Nacional de de Leigos, que oferece um Curso denominado: Aprofundamento da Vocação Laical.

Dentro de sua programação formativa qualquer organismo pastoral pode planejar atividades presenciais e atividades complementares que poderão ser realizadas no A.V.F. Também é possível, oferecer breves oficinas, estudos e cursos totalmente on-line. Os vários recursos digitais disponíveis tais como os arquivos de textos, de vídeos, de áudio e de foto, recursos interativos como fóruns, chats de texto e de áudio, vídeo-conferência permitem que a formação se enriqueça além da uma palestra ou aula. Cabe destacar ainda, que nesta modalidade, surge a exigência de um novo serviço pastoral na Igreja, o serviço daquele que conhecendo os recursos da web se disponibilizarão a ser orientadores pedagógicos e/ou tutores nestes espaços virtuais e que estes poderão se engajar nesta nova pastoral tarefa em horário e lugar que melhor lhes convier.

A experiência do AVF já nos mostrou que podemos realizar três tipos de atividades:

1) Oficina: Como o próprio nome diz é mais livre, abreviada e produzida pelos próprios participantes através da colaboratividade.

2) Estudo: Trata-se de uma atividade mais planejada. Pode ser breve ou longo. ele pode ser montado com diversos textos ou possuir um texto base sobre um determinado tema a partir de uma apostila ou livro impresso ou digital.

3) Curso: uma atividade mais elaborada que é oferecida por um organismo, um professor ou grupo de professores, que se disponha(m) a preparar ou indicar conteúdo de estudo para um grupo.

Não há um projeto especifico do Ambiente Virtual de Formação, pois ele está a serviço da  Coordenação Arquidiocesana de Pastoral que mediará com os vários organismos eclesiais a utilização da plataforma. Assim ela está disposição de professores, comunidades, paróquias, coordenações  que desejarem oferecer  formação aos seus agentes. A equipe que começa a se formar com agentes vocacionalizados ao trabalho de Evangelização na WEB existe como apoio, mas ela sozinha não terá condições de criar cursos e cursos. Quem desejar conhecer as orientações para usar a plataforma, clique (aqui).

Para conhecer o Ambiente Virtual acesse com visitante uma de nossas atividades: O Estudo sobre o 7º PPO (clicando aqui).

Sendo uma plataforma de estudo, o acesso é restrito aos cadastrados. Uma vez cadastrado, a pessoa precisa ter o código de acesso a atividade que se inscreveu. Para os que desejarem se cadastrar no A.V.F. basta  ler as orientações e preencher o formulário de cadastro.

Outras informações poderão acessadas nesta página ou através do Formulário Contato.

A coordenação do AVF